Coletiva de Imprensa

Muito obrigado à presença de todos, eu sou o Emerson Salgado, novo diretor de comunicação aí do clube, por isso decidi vir aqui apresentar essa coletiva e me apresentar pra vocês. Como vocês podem ver eu sou pé quente, já estreei com essa vitória maravilhosa do nosso time e nada melhor do que trazer o autor dos dois gols pra falar com vocês. Por isso aqui ta o Elias, nosso centroavante, prata da casa, deu e com certeza dará muito orgulho e muitos títulos ainda pra gente, bom, vou abrir pra perguntas agora. Você.

Olá, boa noite, eu sou o Pedro César da CPLW Esportes, estamos ao vivo na rádio, TV, internet, Skype e Twitter pra todo o Brasil e também para o mundo através dos canais CPLW Esportes International e através da internet, Twitter e Skype também. Elias, parabéns pelos dois gols e sobretudo pelos três pontos. Com esses dois gols de hoje e mais os seis gols que você fez nos últimos quatro jogos, você se considera brigando pela artilharia do campeonato?

Olha, veja bem Paulo…

É Pedro, Pedro César da CPLW Esportes.

Veja bem Pedro, eu acho que o importante mesmo é a vitória, são os três prontos, o título e se a artilharia vier… Se vier…

(Pausa)

Foda-se a artilharia. Eu não to nem aí pra artilharia, eu não to nem aí pra esse campeonato, eu não queria ta aqui, eu queria mesmo era fazer faculdade de administração, trabalhar com vendas ou ter uma fazenda, uma fazenda de avestruz, eu gosto de avestruz, eu sei que eu não gosto de futebol. Se não faz gol é perna de pau, aí se eu faço dois gols, ao invés de conseguir folga no próximo jogo eu viro titular de vez, quer dizer, se eu faço meu trabalho direitinho eu ganho mais trabalho? Na escola a gente aprende que quem acaba a lição primeiro pode ir pro recreio antes, não que ganha mais lição ainda. Eu já fiz dois gols, deixa eu ir embora pra casa. É sempre essa merda, tem que jogar, tem que jogar, tem que querer jogar. Tem um monte de gente aí querendo jogar no meu lugar, coloca eles um pouco ao invés de me escalar toda quarta e domingo. Sabe qual foi a ultima vez que eu fui no cinema quarta-feira? Nem eu. Sabia que quarta feira todo mundo paga meia na matinê? Pois é. Sabe qual foi o último churrasco que eu fui? Foi quando o Fabinho foi transferido, que a gente fez um churrasco de despedida. Sabe por que? Esses filhas da puta que não jogam bola só sabem fazer churrasco domingo de tarde, e domingo de tarde eu tenho que ir fazer gol, fazer gol e fazer gol. Esses miseráveis não cansam de gritar gol, mas que porra. E se fosse só fazer o gol, mas não, depois do gol eu ainda tenho que comemorar, caralho, fazer gol é meu trabalho, você já viu carteiro entregar carta e depois ficar fazendo dancinha na frente do portão da casa dos outros? Eu odeio comemorar gol, odeio fazer essas dancinhas que os meio de campo vem fazer toda vez que eu faço gol, uns passos mal ensaiados, umas danças bregas, eu não aguento isso, se eles querem dançar vão pra Sapucaí, pro Love Story, pra puta que o pariu, não aguento mais isso. Não aguento mais cantar o hino antes do jogo, não aguento mais ouvir a palavra professor. Quando você entrevista um jogador é só um cara falando “professor falou pra fazer isso”, “professor falou pra fazer aquilo”, agora imagina um vestiário com vinte negos gritando professor, professor, professor… Não da, não suporto mais fazer rodinha na boca do vestiário, “mostrar nossa qualidade”, rezar o pai nosso, sei lá o que… Eu sou da umbanda porra. Eu não gosto de violência, eu sou do bem, aí entra em campo e tem que mostrar que é valente, tem que brigar com o juiz, tem que brigar com os jogadores do outro time, tem que brigar com o bandeirinha, porra, pra que eu vou brigar com o bandeirinha? Se eu tava ou não impedido é uma coisa que a gente não vai descobrir se xingando. Ninguém precisa arrumar confusão com o outro time, os zagueiros ficam tudo me chamando de veado, de filho da puta e depois vem querer trocar camisa no fim do jogo? Que porra é essa? Quer minha camisa pra que? Só se for pra vender no Mercado Livre, pra limpar o rabo, sei lá. Não suporto mais ficar brigando em campo, dando uma de machão, de honrar time, quatro linhas, não sei o que, ah, vão tudo se fuder, eu sou gay, eu não sou machão, é isso mesmo, eu sou gay, eu gosto de cara, eu gosto de pinto, quando eu vou no São Paulo Fashion Week não é pra pegar as modelos, é por que eu curto umas roupas bonitas, mesmo. E eu sou solteiro até hoje não é por que eu gosto de sair na noite pegando mulher, eu sou solteiro até hoje por que esses filhos da puta não deixam eu assumir meu namoro com o Carlão, ponta direita do América. E dizem que futebol é lugar de macho. Macho? É lugar de caceta, né? Lugar de gente mal informada, mal criteriosa e mal vestida. Vocês ficam me perguntando se eu quero ser artilheiro, se eu quero ser campeão, essas merdas de sempre. Naquela época que eu quase fui vendido pra Ucrânia, lembra? Que eu não queria ir e tal, aí eu cheguei em casa e minha irmã me perguntou, se eu ganho tanto dinheiro com salário, patrocínio, nike e os caralhos, por que que eu mesmo não compro o meu passe e jogo na porra do time que eu quiser? Foi a primeira vez que eu tive que pensar pra responder uma pergunta. Vocês fazem tanta pergunta pra mim, agora eu pergunto, por que eu e o Carlos não podemos sair de mãos dadas na rua? Vocês, seus anencéfalos, não sabem, não respondem, mas pelo menos vocês param por aí, ficam com cara de idiota olhando uns pros outros e dizendo “não, pera lá, não é bem assim, mas se quiser se casar com o Carlão e for reformar, use Tigre”, seus putos. Mas o pior é que o problema não é só vocês, são aqueles torcedores filhos da puta que só iriam (ou vão, né?) encher meu saco, sei lá, me ameaçar no shopping, jogar coisa na minha casa, me xingar no treino e tudo o mais, e com eles, como faz? Como eu explico pra eles que eu e o time não somos a mesma coisa? Como eu lido com a estupidez desses anencéfalos, aliás, anencéfalos não, criminosos?

Emerson Salgado finalmente consegue cortar o microfone de Elias.

Anúncios

Sobre drepo

Pedro Lacerda, filho de Robson Lopes e Marivalda Lacerda, do Vale do Jequitinhonha.
Esse post foi publicado em Texto e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s