Texto 14 de 2012

Tá ali, um monte de pontos finais onde antes havia interrogações, sorrisos onde
antes havia apenas sorrisos despretensiosos. A tranquilidade é igual à
criatividade, que por sua vez é igual à loucura e que por sua vez é igual à
gravidade, precisa apenas de um empurrãozinho pra funcionar. E quando funciona é
difícil que pare, seja pela dúvida, pelo oculto, pelo medo, seja pelo que for,
é difícil que pare. Vez ou outra vale o frio na barriga, mas sempre vale o
medo, não se pode abrir mão do medo, das conjecturas desprovidas de razão na
maioria das vezes, mas de que vale a razão num planeta que suga nossos anseios
a dez metros por segundo? Meus anseios não passaram do chão, eles se
materializaram, talvez com uma ou outra faceta ainda turva, mas se
materializaram, conversam comigo, me dizem o que quero, o que sou e deixa, vez
ou outra, a meu cargo descobrir a forma de concretizá-lo. Eu nunca fui só,
sempre fui cercado de sonhos, de conferências taciturnas da realidade, de
sopros e goles de qualquer coisa desconhecida, mesmo assim não havia cachorro,
sopa, arte, notícia, mesa pra dois, aniversário, sono, fome, sono, cinema, saudade
e uma lojinha no meio de outra que vende apenas coisas das quais não
precisamos, mas que precisamos tanto. Outrora seria errado fingir algo tão
sério de uma forma tão leviana, agora é sério querer algo tão certo de uma
forma ainda errada. Se fosse longe, fosse em outra língua, fosse diferente,
fosse megalomaníaco ou quem sabe desprovido de deísmo, independente de que
seja, sejamos assim, eu e a menina que se chama menina.

Anúncios

Sobre drepo

Pedro Lacerda, filho de Robson Lopes e Marivalda Lacerda, do Vale do Jequitinhonha.
Esse post foi publicado em Texto e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s