Texto 12 de 2012

Quando você chega em casa sóbrio ás quatro da manhã de um sábado, ou você tem uma vida de merda ou você gosta muito de alguém. Quando você bebe sozinho no meio da tarde em casa, ou você é alcoólatra ou você realmente está sofrendo. Quando você começa a tocar uma música e acaba quebrando o microfone, a guitarra e mordendo a palheta, ou você não sabe o que está fazendo ou você não queria estar fazendo aquilo. Quando você não tem hora pra dormir, quando você não tem hora pra acordar, quando você não tem prazo pra viver. Quando as coisas acontecem passo a passo, palavra por palavra, gole por gole, as coisas ainda assim acontecem. A questão é: você poder chegar no fim disso tudo, depois de um processo que pode ser curto ou longo, dolorido ou indolor, e ainda assim dizer: eu não me importo. Ou ?.

Anúncios

Sobre drepo

Pedro Lacerda, filho de Robson Lopes e Marivalda Lacerda, do Vale do Jequitinhonha.
Esse post foi publicado em Texto e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s