Praticamente Inofensiva

Estou terrivelmente cansado, com sono e antevejo um dia atarefado amanhã. No entanto preciso compartilhar o resultado do que eu chamaria de uma estranha mas necessária fase de autoconhecimento. Existem poucas coisas com as quais eu me importo. No começo da minha vida eram muitas, a política externa americana, o meu país, as pessoas que viviam no meu país, que profissão eu seguiria, que tipo de coisas eu iria dizer, para quem eu iria dizer, como eu iria dizer, quem eu iria ser, como eu gostaria de ser lembrado, como eu gostaria de ser visto, etc. Hoje eu tenho uma perspectiva diferente, a única coisa que me importa é quanto as pessoas que são importantes para mim se importam comigo, e o quanto eu me importo com o fato de elas se importarem comigo. É apenas isso, projeção, eu não exigiria que tais pessoas se sacrificassem por mim de fato, eu só gostaria de ter uma sensação de que se fosse preciso elas se sacrificariam um pouco por mim. É só isso que parece importar pra mim agora, é só isso que parece interferir no meu humor, é essa, nesse momento da minha vida, a resposta para a pergunta fundamental sobre a vida o universo e tudo o mais.

Anúncios

Sobre drepo

Pedro Lacerda, filho de Robson Lopes e Marivalda Lacerda, do Vale do Jequitinhonha.
Esse post foi publicado em Texto e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s