Dia Internacional da Mulher

Não há no mundo um movimento que tenha tido tantos avanços sociais quanto o movimento feminista. As conquistas legais, eleitorais, econômicas e sociais são das mais pungentes que o século XX assistiu. No entanto ainda hoje existe uma diferença brutal no que é considerado e em como é tratado o “normal”, o homem branco, e as “minorias”, mulheres, negros, homossexuais, índios, pobres, marginalizados, etc. O mundo vislumbra cada vez mais que um caminho em direção à igualdade é possível, a índole, o senso, a racionalidade ou como queira chamar a lógica que comanda o comportamento humano não é predefinido, é possível moldar isso de uma forma diferente daquela da qual estamos acostumados a ver, uma forma melhor do que a que estamos sendo moldados desde muito tempo. É possível determinar outras ambições a partir do meio onde se vive. Se a religião é a saída pra quem perdeu a fé no homem eu me recuso a desacreditar no homem, nas mulheres, nas crianças; eu me recuso independentemente do quanto o mundo tente me mostrar o contrário, do quanto ele insista, explicite e me arrase. Que o dia das mulheres sirva pra expressar uma crença em uma instituição, em um caminho, e não para os programas da tarde usarem de desculpa pra ensinar sobre maquiagem.

Anúncios

Sobre drepo

Pedro Lacerda, filho de Robson Lopes e Marivalda Lacerda, do Vale do Jequitinhonha.
Esse post foi publicado em Texto e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s