Poema 1

Disseram-me que era apenas sono,
na verdade era repulsa
à minha vontade de me identificar.
Era pretexto. Era prefeito. Era perfeito.
 
Era a mera tentativa de fazer algo
que alguém achasse uma algazarra.
Era o fim. Do mundo
saio sem predileções, só segredos.
Anúncios

Sobre drepo

Pedro Lacerda, filho de Robson Lopes e Marivalda Lacerda, do Vale do Jequitinhonha.
Esse post foi publicado em Texto e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s